David Guetta:

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012.

Nos últimos anos, a vida de David Guetta se resume a dois ciclos: fazer discos de sucesso internacional e viajar pelo mundo. E quando falamos pelo mundo todo, não estamos brincando - o DJ francês está mais uma vez no Brasil, tocando seu novo álbum Nothing But the Beat de norte a sul em 14 apresentações. Provavelmente o artista internacional com a turnê mais extensa no País em 2012.

Uma das apresentações aconteceu na virada do ano na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, palco do show histórico do Rolling Stones em 2006, para mais de 1,5 milhão de pessoas. "Quando discuti com minha gravadora sobre esse show, queria muito fazê-lo porque não sei se terei outra experiência igual", disse Guetta, em entrevista exclusiva ao Terra.
Apesar de ser um artista solo, Guetta quase sempre usou 'nós' no lugar de 'eu' ao comentar sobre a produção de seu novo álbum. Talvez esteja acostumado com as diversas participações de rappers na sua música, como Lil' Wayne e Usher. "O que acho diferente no meu som é trazer a música urbana norte-americana com a música urbana europeia", explicou. O DJ ainda contou sobre sua vontade de conhecer brasileiros e fazer funk carioca: "tenho certeza que há uma maneira de torná-lo maior do que é, torná-lo mais internacional".
Após uma breve passagem pelo Uruguai na terça-feira (3), Guetta retomou sua turnê no Brasil na quinta (5), com uma apresentação no Music Park, em Florianópolis. Com seis shows agendados no país ainda, o DJ chega a São Paulo no sábado (7) - toca no Anhembi - e segue sua viagem até o dia 12, quando se apresenta no Centro de Convenções do Recife.
Confira a entrevista completa com David Guetta:
Terra - Nos últimos anos você tem vindo muito ao Brasil. O que faz você aparecer por aqui todos os anos?
David Guetta - Brasil é um dos meus países favoritos. E é o País para festejar, certo? Essa é minha vida, festejar. Por isso que é meu país (risos). O Brasil também é muito musical, eu sempre acho que aí é bem maluco por causa disso. E eu sou muito popular por aí, as pessoas gostam muito da minha música, então ser convidado para tocar em Copacabana na virada do ano foi realmente uma honra.
Terra - Os Rolling Stones tocaram em Copacabana para mais de 1,5 milhão de pessoas. O que você acha de tocar para tantas pessoas assim?
David Guetta - Quando eu discuti com a minha gravadora sobre o show, eu queria muito fazê-lo porque esse tipo de apresentação é única, não sei se terei outra experiência igual.
Terra - Você provavelmente é o artista com a maior turnê no Brasil. Você costuma fazer muitos shows no mesmo país?
David Guetta - Eu viajo muito. Adoro estar no palco, eu faço cerca de 150 shows por ano.
Terra - E como está a recepção do álbum Nothing But the Beat nos show?
David Guetta - Está incrível porque nós lançamos o disco há três meses e já vendeu mais de 5 milhões de cópias. É fantástico, nossa música é número um nos Estados Unidos... esse disco está fazendo mais do que o meu anterior.
Terra - Como foi trabalhar pela primeira vez com Lil' Wayne, Usher, Jennifer Hudson, Jessie J e Sia Furler?
David Guetta - Nós queríamos trabalhar com eles há muito tempo, especialmente com Usher. Nós tentamos antes acho que duas vezes. Queríamos uma música que fosse única, algo que nem ele nem eu tivéssemos feito antes. Então, nós achamos que Without You teve essa perfeita combinação, é uma música que tem aquela balada romântica e ao mesmo tempo identidade.
Terra - Você normalmente trabalha com rapper norte-americanos. Já pensou em convidar músicos brasileiros para colaborar com você?
David Guetta - Sim, eu amo trabalhar com as pessoas. Eu venho de uma cultura diferente onde toda a música se converte em algo único, por isso que colaborações são a chave da minha carreira. Trabalhando com os rappers norte-americanos, como Will.I.Am, misturando com eletrônico, é isso que faz a música especial. O que acho diferente no meu som é trazer a música urbana norte-americana com a música urbana europeia. Mas eu adoraria conhecer o pessoal do funk carioca (na entrevista, Guetta usou a expressão 'favela funk'). Eu gosto disso e tenho certeza que há uma maneira de torná-lo maior do que é, torná-lo mais internacional.
Terra - Planos para um novo disco em 2012?
David Guetta - Não! Eu acabei de terminar meu disco, por favor, não me faça fazer isso de novo (risos). Eu trabalhei dois anos e preciso de um descanso agora. Quero apenas curtir o momento, claro que estou sempre fazendo algo, mas agora quero só tocar.
Terra - E com tantas idas e vindas ao Brasil você já aprendeu português?
David Guetta - Não, ainda não. Eu sei um pouco de espanhol, então as pessoas entendem um pouco que eu falo. Eu que não entendo o que eles falam! (risos)

Comentários:

Postar um comentário

TE VEJO NA PRÓXIMA

Então galera, é isso aeh... Espero que tenham gostado.
Peço que voltem sempre, pois aqui vocês encontrarão todas as novidades do meio da música eletrônica.
Agradeço por cada visita. A vida é uma balada e não devemos ficar parados!
 
DJ_HERON © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |